Página Inicial
 Nutrientes
  Macronutrientes
   Carboidratos
   Proteínas
   Gorduras
   Fibras [+]
  Micronutrientes
  Vitaminas
   Vitamina A
   Vitamina D
   Vitamina E [+]
  Minerais
   Cálcio
   Sódio [+]
 Mais conteúdos [+]

 Guia Nutricional
 Artigos sobre Nutrição
 Alimentação Saudável
 Dicas Nutricionais
 Test Drive de Produtos
 Expectativa de Vida
 Teste Nutricional
 Teste Yin Yang
 Cálculos On-line
  Peso Ideal
  IMC
  Atividades Físicas
  Calorias Homens
  Calorias Mulheres
 Tabela de Calorias
 Nutrição e Patologias
 Área dos Professores

 Jogos On-line
 Exercícios Resolvidos
 Provas de Concursos

 Mito ou Verdade?
 Curiosidades
 Receitas
 Dicionário de Nutrição
 Notícias
 Profissão Nutricionista
 Laifis de Nutrição
 Downloads
 Fale Conosco

 
Busca Geral

 

Ervas, condimentos e especiarias

Temperos, condimentos e especiarias são aqueles produtos constituídos de uma ou diversas substâncias saborosas, de origem natural, com ou sem valor nutritivo, empregados nos alimentos para ressaltar ou modificar o seu sabor, podendo ainda ser utilizados como produtos de beleza e medicamentos. A maior parte dos condimentos e especiarias possui qualidades culinárias e medicinais e são ingredientes essenciais numa alimentação saudável e equilibrada, pois além de realçarem o sabor dos alimentos, ajudam na digestão, melhoram a estética do alimento e possuem qualidades terapêuticas.

De acordo com a sua aplicação e sabor, os condimentos classificam-se em: essências ou aromatizantes, salgados, picantes, ácidos, especiarias, ervas, bulbos, gorduras, adoçantes, adoçantes não calóricos e extratos.

 

TIPOS

CARACTERÍSTICAS

PREPARAÇÕES CULINÁRIAS

Açafrão

Apresenta coloração laranja bem escura, aroma forte e sabor agradável, levemente amargo.

Pratos à base de frango, peixes e crustáceos, além de pães, biscoitos e arroz.

Aipo

Encontrado fresco ou em sementes moídas e misturadas com sal para o preparo do sal de aipo.

O aipo ou salsão fresco é utilizado para saladas ou em pratos cozidos à base de peixes, carnes e aves, as folhas são usadas para aromatizar os caldos. O sal de aipo é usado para realçar o sabor das saladas, dos molhos e das sopas.

Alecrim

Encontra-se fresco ou seco. Possui coloração verde-escura, sabor refrescante e aroma bastante intenso. Deve ser utilizado em pequenas quantidades.

Pratos à base de carnes, aves e peixes, em recheios, pães, nas sopas e em alguns molhos.

Canela

É obtida retirando a casca dos galhos de uma árvore de origem chinesa. Pode ser encontrada em pau ou em pó. Tem aroma adocicado e forte.

Compotas, picles, pães, bolos, biscoitos, legumes, doces, pratos salgados e salpicada sobre frutas ao forno ou bananas fritas.

Cardamomo

Sementes de coloração creme contendo pequenos grãos acinzentados, de aroma forte e doce, que devem ser moídos antes de usar.

Pratos de origem indiana, picles, pães e biscoitos, sobre saladas e frutas ou maçãs assadas.

Cebolinha verde

Encontra-se fresca em feiras livre e mercados. Muito usada na culinária brasileira como base em diversos pratos.

Serve para enfeitar saladas, sopas, legumes cozidos, além de aromatizar omeletes ou queijo fresco.

Cominho

É vendido em pó e em grãos. Possui gosto forte, levemente amargo.

Em semente, é colocado sobre pães, saladas de batata ou de repolho. Já o cominho em pó é muito usado para temperar feijão, picadinhos e uma série de pratos salgados.

Cravo

Encontra-se em pó e inteiro. Tem um aroma doce e forte.

Muito usado para doces e compotas, pratos salgados à base de carnes, picles, pães e biscoitos.

Erva-doce

Vendida em sementes, encontra-se em supermercados. Seu sabor é semelhante ao do anis.

Muito usada em chás, devido às qualidades terapêuticas. Utilizada, também em bolos, biscoitos e pães, e no preparo de linguiças.

Gengibre

Raízes inteiras e frescas ou secas e moídas; o aroma é adocicado e penetrante, e o sabor é forte.

No preparo de pratos doces e salgados, nas compotas e nos picles e também nas bebidas, como o quentão. Também utilizado na culinária japonesa.

Gergelim

Pequenas sementes brancas ou pretas, originárias da Índia, com sabor que lembra o das nozes. Pode ser encontrado em supermercados ou lojas que vendem produtos árabes.

No preparo de bolos, pães e pratos chineses ou sírio-libaneses. Serve também para preparar uma espécie de pé de moleque e um óleo de sabor finíssimo.

Hortelã

É encontrada geralmente fresca e raramente seca. O aroma é fresco e ligeiramente amargo.

Muito usada pelos árabes, entra no preparo do quibe e do tabule, nos molhos para carneiro, nas saladas, nas sobremesas, para aromatizar chocolate, enfeitar coquetéis, refrescos e também como chá.

Louro

Folhas verdes, ovais, frescas ou secas. Também pode ser encontrado em pó.

É um tempero muito usado na cozinha brasileira, entrando nas marinadas, assados, ensopados, conservas, feijão e até nas sopas.

Manjericão

Encontra-se fresco ou seco, tem aroma levemente adocicado, lembrando o da manjerona.

Usado com tomates, tanto nos molhos como nas saladas, nas aves, nos peixes, em sopas, carnes de vaca e de vitela.

Mostarda

Como tempero, usa-se somente a mostarda em grão. Apresenta-se em dois tipos: escura e clara, sendo esta última a mais difundida, moída ou em grão.

Em picles, molhos em geral, recheios para peixes, carnes, e legumes. O elemento básico da mostarda é usado em sanduíches, assados e canapés.

Noz-moscada

Encontrada em sementes e em pó. Como todas as especiarias, é preferível moída na hora, para que seu sabor adocicado possa ser mais conservado.

Em recheios, molhos tipo bechamel, legumes como a batata e o espinafre, em pratos à base de ovos ou no preparo de pães, biscoitos, bolos, bebidas e coquetéis.

Orégano

É encontrado principalmente seco. Possui aroma e paladar que lembram os da manjerona, porém mais fortes.

Muito utilizado nas cozinhas italiana, grega e mexicana. Entra no preparo de pizzas, molhos e pratos que levam tomates, além de marinadas, recheios e pratos à base de frango ou de peixe.

Pimenta-vermelha

Também conhecida como pimenta-calabresa, é muito picante e deve ser usada com moderação. É encontrada fresca e em conserva. O ideal é conservá-la na geladeira.

Em linguiças, ensopados, picles e em qualquer prato que tenha que ficar picante. No Brasil é muito utilizada curtida (em pasta ou em molho) ou fresca e picada, servida juntamente com a comida.

Pimenta-do-reino

Apresenta-se em dois tipos: a preta (em grãos ou moída) e a branca, que é nada mais que a preta sem casca (também pode ser encontrada em grãos ou moída).

Em quase todos os pratos salgados e inclusive em pratos doces. A branca é usada em pratos mais delicados, pois é menos ardida e menos aromática.

Salsa

É vendida fresca, muito saborosa, mas é encontrada também seca e esmigalhada, com sabor pouco acentuado.

Para temperar e enfeitar quase todos os pratos salgados. Pode ser utilizada cozida ou crua.

Sálvia

Folhas verdes e prateadas, aveludadas e levemente acinzentadas. Encontrada fresca ou seca (folhas inteiras ou em pó) em feiras livre ou supermercados.

Em pratos de carnes, aves, peixes, queijos e pães.

Segurelha

De sabor forte e picante. Em casas especializadas, encontra-se fresca ou seca. A seca também é encontrada em supermercados.

Pode ser usada com ótimos resultados em pratos à base de frango ou de carne, arroz, ovos e legumes. Muito gostosa também com favas e feijão-branco, e ainda sobre saladas, marinadas e molhos.

Tomilho

Pode ser encontrado fresco nas feiras livres e supermercados. Tem folhinhas miúdas, de cor verde-escura.

Indicado para carnes, aves, peixes, legumes, molhos, sopas, pratos com ovos e queijos.

TEMPEROS SALGADOS
Os temperos salgados são sal de cozinha puro (NaCl) ou grosso (com impurezas), sal com alho, sal com cebola, gersal, missô, glutamato monossódico e salitre.

Gersal: Condimento feito de semente de gergelim e sal. Para seu preparo, as sementes de gergelim são tostadas até dourar e desprender um aroma semelhante ao do amendoim; para cada 10 gramas de gergelim, adiciona-se um colher de sal. A mistura é tostada e novamente moída (em moedor ou aparelho próprio), chamado suribachi. Pode ser usado em cremes, sopas, arroz.

Missô: Pasta resultante de um longo processo de fermentação da soja, em conbinação com outros cereais. Pode ser usado em substituição ao sal, em sopas, refogados e leguminosas. Como o missô é salgado, não se deve acrescentar sal às preparações com ele condimentadas.

Glutamato monossódico (pó chinês): Originário do Oriente, intensifica o sabor dos alimentos. É um pó branco e fino derivado de proteínas vegetais, geralmente usado em aves, carnes, peixes, cozidos, ensopados, sopas, legumes, sopas desidratadas e produtos industrializados.

TEMPEROS ÁCIDOS

 

Vinagre: Utilizado como tempero de salada; há muitas variedades: vinagre de vinho, de maçã, de framboesa, de banana, adicionado de estragão, balsâmico.

Losna (absinto, losna-maior, alvina, erva-santa, erva-do-bicho): Originária da Europa, é cultivada no interior do Brasil, pois acredita-se em seus “poderes curativos”. Possui sabor amargo e odor muito aromático, pode ser encontrada fresca ou seca. Na culinária, é usada para temperar omeletes e saladas; com salsa e cebolinha verde, é usada em sopas e assados. Na indústria alimentícia, entra na composição de muitas bebidas amargas; é usada para preparar vinagre aromático para saladas.

Limão: Originário da China e da Índia, ao natural tem sabor muito azedo. Seu suco é utilizado para fazer limonada, como ingrediente de bebidas alcoólicas ou industrializadas, em molho para salada e como agente emulsificante (maionese e musse). A casca do limão pode ser utilizada como aromatizante e como enfeite de preparações doces e salgadas.  

 

Alcaparra: Arbusto da família das caparídeas, cujo fruto se conhece como alcaparão. Originário da Ásia. Existem muitas variedades, desde as menores e de sabor mais delicado, até as de regular tamanho e salgadas. Os casulos ou frutos tenros são curtidos em vinagre e sal, dando origem à alcaparra. São utilizadas na elaboração de molhos, vinagretes e preparação de comidas como  pastéis de carne, peixes e outros frutos do mar.
Azeitona: A maior parte das azeitonas e azeites provêm da sativa, oliveira largamente cultivada, ou da olestra, oliveira brava, existente apenas na região mediterrânea. Não podem ser ingeridas cruas, devendo passar pelo processo de “cura”, para perder o sabor amargo. Geralmente são curadas inteiras, mas o esmagamento apressa o processo e facilita a extração do suco amargo. Existem duas variedades de azeitonas, as verdes e as pretas. A diferença entre ambas está no tempo de amadurecimento: as azeitonas verdes não amadureceram, e as pretas estão completamente maduras. As azeitonas são ingredientes de recheio de tortas salgadas e diversos salgadinhos. Servem para decorar canapés, pizzas, drinques e outras preparações.

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale conosco

Copyright © 2017 Só Nutrição. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.