Você está em Artigos

Afinal, o café faz mal ou não?

O consumo excessivo de cafeína pode trazer aos consumidores problemas psicológicos e psicossomáticos, ansiedade, angústia, depressão, problemas de sono, tremedeiras, irritabilidade, aumento da pressão arterial e palpitações cardíacas.

Uma xícara de café contém aproximadamente de 70 a 200mg de cafeína. Algumas pessoas tomam de 5 a 6 xícaras por dia, resultando numa absorção de 1000mg diários.

Cada pessoa reage diferentemente aos efeitos da cafeína, mas sempre negativamente. A cafeína age sobre o sistema neurobiológico e amplifica as consequências psicobiológicas do estresse. Também aumenta problemas hepáticos e reduz o bom funcionamento do fígado.

O café apresenta um metal pesado em sua composição, o cádmio. Esse metal acumula-se nas membranas das células e faz com que os nutrientes (glicose, aminoácidos, vitaminas, minerais, ácidos graxos e água) não consigam entrar, tornando-as desnutridas.

Não se esqueça: chás, refrigerantes e chocolates também apresentam cafeína.

Como referenciar: "Afinal, o café faz mal ou não?" em Só Nutrição. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2018. Consultado em 16/11/2018 às 21:10. Disponível na Internet em http://www.sonutricao.com.br/conteudo/artigos/cafe2/