Você está em Artigos

Os 7 erros mais comuns de quem tenta emagrecer

Você já tentou emagrecer? Já procurou ajuda para emagrecer? Já testou alguma dieta do momento? Já quis atingir seu peso ideal?

Se sua resposta for SIM para qualquer uma dessas perguntas, você deve concordar comigo que emagrecer não é uma tarefa simples.

E se você decidiu agora que deseja emagrecer e ainda não passou por isso, parabéns, já vamos começar pelo caminho certo. Essas dicas são apenas algumas das muitas que o seu nutricionista vai poder te indicar, mas são tão importantes que eu não poderia deixar de compartilhar com vocês.

1 - Dietas da moda/famosas

As dietas da moda são realmente muito chamativas. Possuem um marketing excelente em sua maioria, uma enorme quantidade de fotos de antes e depois (que na maioria das vezes não tem nenhuma relação com a dieta em questão) e ainda uma enorme adesão por parte de pessoas que estão expostas na mídia.

Mas o erro de seguir um dieta da moda está em um único fato, ela não foi feita para VOCÊ. Nem tudo nas dietas da moda são ruins, algumas ideias são ótimas e quando são utilizadas num plano alimentar personalizado dão resultados promissores.

O problema dessas dietas se resume ao fato de não possuir uma quantidade adequada de nutrientes, a falta de balanceamento, e na maioria delas uma restrição muito severa de calorias, o que num primeiro momento vai te ajudar a perder peso, mas como são insustentáveis, ao longo prazo causam o temido efeito sanfona.

E logo vem a frustração, que aumenta a ansiedade, que aumenta a vontade de comer, que aumenta o ganho de peso, o que te faz desejar seguir outra dieta da moda, entrando novamente num ciclo vicioso, em quem ganha são apenas os que divulgam essas dietas.

“Mas funcionou com a amiga da cunhada da vizinha do meu colega de trabalho”. Sim, provavelmente funcionou, mas o grande erro de seguir uma dieta da moda não está na pergunta se ela funciona, mas sim “Por quanto tempo ela funcionou?”, pois eu acredito que seu desejo seja em se manter no peso adequado, com saúde, disposição e bem estar e não alcançar ele por um mês e depois ver tudo se perdendo, correto?

2 - Medicamentos para emagrecer e sem prescrição médica

Antes de iniciar, vamos deixar claro que estou falando apenas do uso de medicamentos para emagrecer sem acompanhamento médico, o que já é outro erro.

No primeiro momento estes aceleram o metabolismo, contribuem para a perda de peso, mas não só para isso, também aumentam o risco de AVC e dificultam atividades rotineiras.

Também contribuem para um aumento muito agressivo do metabolismo, o que fará com que seu corpo precise se regular para continuar funcionando e em pouco tempo acontece o efeito inverso, uma queda brusca no metabolismo, fazendo com que a pessoa volte a ganhar peso e em muitos casos ganhe mais peso do que tinha antes dos medicamentos.

Mas devido a promessa de resultados milagrosos muitas pessoas acabam não se importando com os riscos ou com o efeito rebote futuro, mas vou te dar um spoiler: não existe pílula mágica.

No consultório de nutrição clínica as pessoas perguntam se não dizemos isso apenas para termos mais pacientes, agora imagine se existisse a tal pílula mágica a fila no consultório seria tão grande que poderia ser vista do espaço.

3 - Dietas restritivas

Assim como as dietas da moda, as dietas restritivas são muito prejudiciais à saúde. Além do organismo pode gerar substâncias tóxicas em resposta a privação de nutrientes, o corpo também tende a aumentar o nível de gordura e colesterol.

Pode parecer estranho mas o equilíbrio vai te fazer perder peso de forma muito mais eficiente que uma dieta restritiva, pelo simples fato do seu corpo sempre buscar o equilíbrio.

Dietas muito restritivas podem desacelerar seu organismo e como não é possível manter uma dieta dessas por longos períodos, quando você retornar para uma dieta normal, irá ganhar mais do que foi perdido. Toda essa variação de peso, além dos problemas de saúde, ainda irá contribuir para a formação de celulite, estrias e problemas de pele.

4 - Metas de longo prazo no curto prazo

Pensei no título “metas inatingíveis”, mas eu sinceramente acredito que não existem metas inatingíveis, apenas metas para longo, médio e curto prazo. Então não tenha metas de longo prazo e espere resultados rápidos.

Você deseja perder barriga? É uma meta totalmente possível no curto prazo, com uma reeducação alimentar, atividades físicas e boas escolhas. Seu desejo é ganhar massa muscular? Vamos alinhar atividades físicas com uma alimentação saudável e nas quantidades necessárias para você.

Agora digamos que seu objetivo é sair do total sedentarismo, emagrecer e ficar igual a super modelo fitness, ou ao atleta de fisiculturismo super trincado em 2 meses, infelizmente vou dizer que esse tipo de meta é irreal no curto prazo e ela só vai te frustrar quando você perceber que ela é impossivel de se chegar em tão pouco tempo.

Não coloque para você mesmo metas tão grandes em períodos tão curtos, se seu objetivo é ficar igual ao atleta X ou a modelo Y, comece aos poucos, coloque pequenas metas para você, conforme for alcançando cada uma delas, vá colocando outras e mais outras e logo você verá que a meta acima não é mais tão inatingível quanto era. E lembre-se, você não precisa ficar igual a modelo, e sim estar saudável, satisfeita em se olhar no espelho, ter qualidade de vida para aproveitar suas oportunidades, isso sim não tem preço!

5 - Não realizar atividades físicas

Esta dica combo é para facilitar as coisas. Se você quer emagrecer de verdade e, o mais importante, se manter no seu peso adequado, irá precisar realizar atividades físicas. Mas calma, não é apenas musculação e sim qualquer atividade física que te dê prazer.

Saia para dançar, pratique algum esporte que faça você se sentir bem, faça uma caminhada mais longa todos os dias com a esposa, saia para andar de bicicleta com os filhos ou para passear com o cachorro. Faça algo que te deixe feliz para que você possa levar como um estilo de vida.

6 - Acreditar que suplementos são mais que do apenas suplementos

Pode parecer estranho, mas muitas vezes os suplementos são vendidos como fórmulas mágicas para este ou para aquele objetivo, mas lá vai o spoiler, novamente: não existe fórmula mágica.

Os suplementos são apenas uma forma mais fácil de conseguir o que você não conseguir adquirir através da alimentação por qualquer questão da sua rotina. Por exemplo, digamos que você tenha uma reunião importante e vai passar a tarde inteira fora, um shake de Whey Protein poderia ser uma solução para você consumir sua proteína mesmo neste dia mais conturbado.

7 - Se pesar o tempo todo em diferentes balanças e se preocupar demais com o peso

Durante todo o dia, seu peso sofre diversas variações. É inteiramente normal você acordar com um peso, durante a tarde ter outro e a noite outro totalmente diferente. Isso não significa que você engordou ou ganhou gordura, pode ficar calmo. É apenas a retenção de líquidos durante o dia ou efeito de uma refeição, não se incomode com isso.

Da mesma forma você não precisa se preocupar com o peso o tempo todo, pois o VOLUME da gordura é muito maior que o VOLUME do músculo. Isso quer dizer que na balança uma pessoa de 110 kg pode ser um atleta de fisiculturismo enquanto outra pessoa de 110 kg pode estar num grau elevadíssimo de obesidade, com vários riscos à saúde. Dê preferência para o espelho e fique tranquilo.

Autora: Jéssica Souza - Nutricionista

Como referenciar: "Os 7 erros mais comuns de quem tenta emagrecer" em Só Nutrição. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 24/06/2019 às 13:16. Disponível na Internet em http://www.sonutricao.com.br/conteudo/artigos/erros_emagrecer/