Você está em Artigos

Chá de funcho, um santo remédio

O funcho, também conhecido por anis-doce, erva-doce, maratro, finóquio ou fiuncho, é uma umbelífera fortemente aromática utilizada na culinária, na perfumaria, como aromatizante e na fabricação de bebidas espirituais.

O funcho é nativo da bacia do Mediterrâneo, com variedades na Macaronésia e no Oriente Médio, onde ocorre no estado silvestre, mas é hoje cultivado sob diversas formas e em todas as regiões de clima temperado e subtropical.

As suas raízes são consideradas como tendo propriedades diuréticas, sendo por esta razão comercializadas pelas ervanárias.

O chá de semente de funcho é eficiente na redução de gases intestinais, inclusive na primeira infância, além de estimular o apetite e a digestão. Como infusão, as sementes combatem a tosse. O consumo não deve ser excessivo em mulheres grávidas, uma vez que pode provocar aborto.

O funcho também pode ser utilizado como antiespasmódico, estimulante, antirreumático, vermífuga e melhora a qualidade do sono, além de evitar flatulência e de atuar como relaxante muscular.

Contém água, glúcidos, fíbra, vitamina A, B, e C, cálcio, ferro, fósforo, potássio, cobre, sódio e zinco.

Como referenciar: "Chá de funcho, um santo remédio" em Só Nutrição. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2018. Consultado em 18/10/2018 às 19:23. Disponível na Internet em http://www.sonutricao.com.br/conteudo/artigos/funcho/