Você está em Artigos

Cortar o jantar não emagrece

O corpo precisa de nutrientes para manter suas funções vitais no período noturno.

Não se alimentar à noite faz com que o gasto energético fique comprometido: o corpo se acostuma com a falta de nutrientes e passa a reservar gordura (ao invés de queimá-la), dificultando a perda de peso.

Permanecer em jejum por muito tempo pode causar problemas futuros como gastrite e hipoglicemia.

Pessoas que deixam de jantar acabam exagerando em refeições como café da manhã e almoço.

Exemplos de jantares

Opção 1:

1 filé médio de peixe ou frango grelhado
1 prato raso de salada mista
1 fruta

Opção 2:

2 colheres de sopa de arroz integral
1 concha de feijão ou lentilha (sem linguiça e bacon)
1 fatia de carne assada (maminha)
1 prato raso de alface e tomate

Opção 3:

3 colheres de sopa de risoto de arroz integral com shiitake
1 prato raso de salada de alface com palmito e damasco seco
1 taça de gelatina diet

Opção 4:

200 ml de leite de soja batido com 1 fruta e com 1 colher de sopa de aveia em flocos finos
1 prato de salada mista

Como referenciar: "Cortar o jantar não emagrece" em Só Nutrição. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 17/11/2019 às 07:26. Disponível na Internet em http://www.sonutricao.com.br/conteudo/artigos/jantarnaoemagrece/