Você está em Artigos

Semente de linhaça

Rica em ômega 3, contém ainda ômega 6 e fibras, vitaminas B1, B2, C, E e caroteno, ferro, zinco, alguma quantidade de potássio, magnésio, fósforo e cálcio.

É fonte de lignina, um fitoestrógeno que pode proteger contra a osteoporose, o câncer de mama e cólon.

Apresenta ainda propriedades antibacterianas e laxativas. A alta concentração de ômega 3 reduz o colesterol total, diminuindo os riscos de doenças cardiovasculares como infarto e trombose.

Estudos indicam que a ingestão de 45 g de semente de linhaça (3 colheres de sopa) por dia pode reduzir alguns sintomas da menopausa e a ingestão de 15 g da mesma, é suficiente para melhorar consideravelmente a função intestinal.

A semente de linhaça moída tem mais benefícios nutricionais que a semente inteira. Como ela é muito dura, acaba não sendo digerida corretamente e pode passar direto pelo organismo reduzindo suas vantagens nutricionais.

Não se deve aquecer a semente, pois há risco da oxidação da gordura. O ideal é que ela seja triturada no liquidificador e ingerida com sucos, frutas e saladas.

Como referenciar: "Semente de linhaça" em Só Nutrição. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2018. Consultado em 18/10/2018 às 20:06. Disponível na Internet em http://www.sonutricao.com.br/conteudo/artigos/linhaca/