Você está em Artigos

Ovo na dieta de lactantes

Durante a gestação, a mulher tem suas necessidades nutricionais aumentadas para garantir a sua saúde e também a do feto que está em pleno desenvolvimento.

Com o nascimento do bebê, surge a etapa da amamentação e a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda aleitamento exclusivo até pelo menos o 6º mês de vida do bebê, quando se inicia a introdução de outros alimentos. (1)

Na lactação, proteínas, carboidratos, ácidos graxos, minerais como magnésio, cromo, cobre, selênio, ferro vitaminas A, E, C e vitaminas do complexo B, entre elas colina, devem ser contempladas através de uma alimentação equilibrada. (2)

A necessidade de colina pela mulher encontra-se elevada, cerca de 550mg/dia e é justificada pela importância deste nutriente para a sinalização de impulsos nervosos, formação da memória que teve inicio no período gestacional. (3,4). Além disso, a colina é fundamental para a composição e manutenção de células.

O ovo é um alimento rico em colina e proporciona cerca de 50% das necessidades da mãe (250mg/ 100g).

Durante o período de amamentação, ocorre um aumento do gasto energético, relativo à produção de leite, em torno de 500 Kcal. Desta forma, as necessidades de proteínas, vitaminas e minerais estão aumentadas para que os depósitos de micronutrientes na mãe não sejam depletados. (5)

O ovo possui em sua composição ácidos graxos monoinsaturados e poliinsaturados, DHA, que são importantes para o desenvolvimento do bebê.

Contém ainda minerais como ferro, selênio, magnésio, cálcio, manganês, potássio, vitaminas do complexo B como riboflavina, acido fólico, vitamina B12.

O ovo é um dos poucos alimentos que possui vitamina D e apresenta em sua composição luteína e zeaxantina, que além de atuar na mácula protegendo os olhos da luz, tem ação antioxidante e protetora. (6)

O ovo é um alimento completo, prático, saboroso e de fácil aquisição. Em uma alimentação equilibrada, ele contribui para a saúde da mãe e seu bebê.

Autora: Lúcia Endriukaite

Referências

(1) www.unicef.org – acesso 18/05/2015.
(2) IOM (Institute of Medicine). Food and Nutrition Board, Dietary reference Intake for Thiamin, Riboflavin, Niacin, Vitamin B6, Folate, vitamin B12, Pantothenic acid, Biotin and Cholin. National Academy of Sciences. Washington, DC – acesso 18/05/2015.
(3) Zeisel,S,H Choline: an essential nutrient for public health. Nutrition Reviews, 2009; 67(11):615–623.
(4) Zeisel, S.H –Choline: Critical role during fetal development and dietary requirements in aduts. Annu Rev Nutr.2006;26:229-250.
(5) Vitolo, M.R Nutrição: Da gestação á adolescência – RJ, 2003.
(6) USDA National Nutrient Database for Standard Reference, Release 27 (2015)

Como referenciar: "Ovo na dieta de lactantes" em Só Nutrição. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 19/07/2019 às 03:08. Disponível na Internet em http://www.sonutricao.com.br/conteudo/artigos/ovolactantes/