Você está em Artigos

Vitaminas do complexo B

O complexo B é formado por oito vitaminas que assemelham-se quanto às funções nas reações do metabolismo e produção de energia.

São elas: tiamina, riboflavina, niacina, ácido pantotênico, piridoxina, biotina, ácido fólico e cianocobalamina.

Acompanhe a seguir as informações sobre cada uma delas.

Tiamina (B1)

A tiamina participa da formação de coenzimas envolvidas no metabolismo dos carboidratos (transformação de glicose em energia), e desempenha um importante papel na condução dos impulsos nervosos.

A deficiência de tiamina acarreta: irritabilidade, ansiedade, nervosismo, indigestão e perda de memória.

As principais fontes alimentares de tiamina incluem: alimentos enriquecidos ou fortificados, grãos integrais, pães e outros cereais.

Riboflavina (B2)

Exerce um papel importante no metabolismo dos carboidratos, além de atuar no metabolismos de ácidos graxos e aminoácidos.

A deficiência está relacionada à ocorrência de glossite, estomatite angular, queratose, dermatite, rachaduras nos pés e manifestações oculares.

As principais fontes de riboflavina incluem: fígado, leguminosas, leite, rim, carnes, ovos, ostras, gérmen de trigo, nabo, beterraba, levêdo de cerveja e farelo de arroz.

Niacina (B3)

Nutriente fundamental para que ocorra reações químicas do corpo que fornecem energia para as células.

A deficiência desta vitamina correlaciona-se a dermatites, estomatites, diarréias, cefaléia, depressão e lapsos de memória e pelagra.

As principais fontes de niacina incluem: fígado, carnes, aves, pescados, grãos integrais, pães, cereais enriquecidos e legumes correspondem à alimentos ricos em ácido nicotínico.

Ácido Pantotênico (B5)

O ácido pantotênico auxilia na produção de energia através de carboidratos, lipídeos e aminoácidos.

A deficiência pode causar: doenças neurológicas, sonolência, dor de cabeça, flatulência (gases), irritabilidade e nervosismo.

As principais fontes de incluem: carnes, miúdos,ovo e cereais integrais.

Piridoxina (B6)

Nutriente que partcipa do metabolismo das proteínas, da produção de hormônios, de hemácias e anticorpos, e é essencial para a manutenção do funcionamento do sistema nervoso central.

A deficiência da vitamina pode gerar: aumento de peso, desordens na pele, anemia, perda do controle muscular, fadiga, irritabilidade e depressão.

As principais fontes de piridoxina incluem: banana, frango, miúdos, carne, porco, manteiga de amendoim, feijão preto, trigo integral, cereais e pães enriquecidos.

Biotina (B8)

Regula metabolismo dos ácidos graxos (gorduras) e participam na síntese das proteínas, carboidratos e gorduras. Alivia dores e dermatite.

A deficiência pode gerar: retenção de líqudios, queda de cabelo, vômito, enjôo, unhas fracas e cansaço.

 A biotina pode ser encontrada através de levedura, arroz integral, frutas, nozes, ovos, carnes, leite.

Ácidofólico (B9)

Participa da formação das células vermelhas do sangue e é essencial para o crescimento e reprodução de todas as células do organismo.

A deficiência pode gerar: aftas, cansaço, fraqueza muscular, dor de cabeça, dor nas pernas e diminuíção da memória.

As principais fontes alimentares são: vegetais verde escuros, feijão,  ervilha, miúdos, carne, frutos do mar, ovos, levedo de cerveja, brócolis, repolho e alimentos enriquecidos.

Cianocobalamina (B12)

Participa do processo de formação dos glóbulos vermelhos.

A deficiência pode gerar: anemia, fraqueza, formigamento de mãos e pés, irritabilidade e cansaço.

As principais fontes são: carnes, ovos,  queijos, miúdos, cereais integrais e vegetais verde escuros.

Como referenciar: "Vitaminas do complexo B" em Só Nutrição. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 17/11/2019 às 09:42. Disponível na Internet em http://www.sonutricao.com.br/conteudo/artigos/vitaminas_complexo/