Você está em Artigos

Dieta hipocalêmica

É a dieta com quantidades reduzidas de potássio.

Potássio

Principal íon carregado positivamente no meio intracelular (98%) e presente em pequenas quantidade no meio extracelular (2%).

Função
-Balanço hidroeletrolítico (bomba de sódio-potássio);
-Regulação da atividade neuromuscular e da musculatura cardíaca;
-Promoção do crescimento celular;
-Ajuda a prevenir e aliviar a hipertensão.

Absorção
-Absorvido no intestino (principalmente íleo).

Excreção
- Filtração renal (glomérulo renal);
- 77 a 90% excretado pela urina e o restante pelas fezes e suor.

Monitoramento
- Exame bioquímico de K
- Níveis adequados: 3,5 a 5,5 mEq/L
- Hipocalemia: < 3,5 mEq/L
- Hipercalemia: > 5,5 mEq/L

Deficiência de potássio (hipocalemia):
- Vômitos;
- Distensão abdominal;
- Íleo paralítico;
- Redução ou ausência de reflexos;
- Parestesia;
- Dispnéia;
- Hipotensão;
- Dilatação cardíaca;
- Arritmia.

Excesso de potássio (hipercalemia):
- Paralisia muscular,
- Distúrbios cardíacos,
- Confusão mental,
- Parestesia.

Doenças que prejudicam a excreção urinária do potássio:
- Diabetes;
- Insuficiência renal crônica;
- Doença cardíaca grave;
- Insuficiência adrenal.

 

Ingestão mínima de Potássio recomendada (RDA, 1989):

Lactentes

Crianças

Adolescentes

Adultos

0-6m

7-12m

1 ano

2-5a

6-9a

10-18a

>18a

Potássio (mg/dia)

500

700

1000

1.400

1.600

2.000

2.000

Alimentos fontes:

Concentração elevada de K
 (201 a 350mg em 100g de alimento)

Espinafre, abobrinha, água de coco, batata inglesa, feijão, lentilha, beterraba, chuchu, chocolate, chicória, soja, castanhas, tomate, banana, mamão, pêssego, cerveja, laranja.

 Concentração moderada de K
 (101 a 200mg em 100g de alimento)

Abóbora, agrião, alface, couve, milho, pepino, espinafre, repolho, berinjela, abacaxi, abacate, figo, goiaba, melão, leite, carnes, cenoura, presunto, aveia, iogurte natural, ovo, morango, maçã.

Concentração baixa de K
 (0 a 100mg em 100g de alimento)

Brócolis, pimentão, cereja, limão, lima, maracujá, melancia, mel, bolacha sem recheio, arroz, pão branco, broto de feijão, manteiga, margarina, macarrão, óleos, requeijão jabuticaba.

 

Dieta hipocalêmica

Definição
-Dieta com restrição de potássio.

Objetivos
-Prevenção e/ou redução das complicações renais.


Indicações

-IRC em tratamento conservador;
-Hipoaldosteronismo;
-IRA e IRC em tratamento dialítico (se exame bioquímico de K se mantiver elevado).

Recomendações para dieta hipocalêmica

- Realizar a técnica de “Redução de potássio”: Os alimentos ricos em potássio devem ser deixados de molho. Após, devem ser colocados para cozinhar com bastante água (deixar cozinhando a metade do tempo). Em seguida, trocar a água e terminar o cozimento. No final, desprezar a água do cozimento.

- Consumir todos os vegetais que são fontes de potássio cozidos.

- As principais fontes são alimentos não processados. 

Exemplo de cardápio:

Desjejum
Café com leite desnatado
Pão francês e margarina light
Pêra

Lanche da manhã
Maça vermelha

Almoço
Arroz branco
Carne moída refogada
Cenoura cozida
Chuchu cozido
Sobremesa: Pêssego
Limonada sem açúcar

Lanche da tarde:
Iogurte desnatado natural
Biscoito cream cracker

Jantar
Arroz branco
Frango assado sem pele sobrecoxa
Abobrinha cozida
Berinjela cozida
Sobremesa: Goiabada
Suco de maracujá

Ceia:
Café com leite desnatado
Biscoito cream cracker

Como referenciar: "Dieta hipocalêmica" em Só Nutrição. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 17/11/2019 às 10:37. Disponível na Internet em http://www.sonutricao.com.br/conteudo/patologias/potassio/