Você está em Diversos > Notícias

Molécula do vinho e da maçã pode ajudar tratamento da leucemia

Pesquisa indica quercetina como complemento para os remédios contra a doença

Uma molécula com propriedades antioxidantes naturais, a quercetina, pode ser empregada como complemento de medicamentos utilizados nos tratamentos contra a leucemia, intensificando seus efeitos, anunciou nesta quinta-feira o CNR (Conselho Nacional de Pesquisa da Itália).

Gian Luigi Russo, pesquisador responsável pelo estudo, diz que "a molécula é capaz de bloquear o processo de transformação de uma célula normal em um tumor, ou de inverter se ele já estiver em curso". A quercetina é uma molécula antioxidante natural, normalmente presente em alimentos como as alcaparras, a maçã, o vinho tinto, o chá verde, a cebola e o aipo, diz o pesquisador.

- Pela primeira vez, demonstramos que a quercetina é eficaz contra as células tumorosas de pacientes que sofrem de leucemia linfoide crônica.

Russo diz que a molécula é bem tolerada pelo corpo, mesmo em doses elevadas, mas é preciso tomar cuidado.

- Doses massivas de antioxidantes, incluindo a quercetina, absorvidas livremente sob a forma de suplementos dietéticos por pessoas saudáveis e sem controle médico, podem se tornar perigosas para a saúde.

A leucemia linfoide crônica, que atinge em média de uma a seis pessoas a cada 100 mil, é a forma mais frequente de leucemia entre adultos. O problema, que progride rapidamente, faz com que a medula produza um grande número de células sanguíneas anormais.

27/07/2010

Fonte: www.nutricaohoje.com.br

Como referenciar: "Molécula do vinho e da maçã pode ajudar tratamento da leucemia" em Só Nutrição. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2018. Consultado em 24/09/2018 às 11:33. Disponível na Internet em http://www.sonutricao.com.br/noticia.php?id=55