Você está em Artigos

Obesidade infantil

A Organização Mundial da Saúde relata que a obesidade infantil vem aumentando no mundo inteiro, inclusive no Brasil.

É uma doença multifatorial, caracterizada por excesso de tecido adiposo, determinado pela interação dos fatores genéticos, culturais e comportamentais.

O manejo da obesidade na infância é um desafio, pois está associado à mudança de hábitos familiares, principalmente dos pais, juntamente com a falta de entendimento da criança quanto ao real valor do problema.

Existem vários métodos para diagnosticar e classificar a criança em obesa ou com sobrepeso. Em geral, utiliza-se o Índice de Massa Corporal (IMC). Este é calculado pela seguinte fórmula:

O resultado obtido deve ser comparado com valores de referência específicos para idade e sexo. Os valores do IMC acima dos quais a criança e o adolescente podem ser considerados com sobrepeso ou obesidade estão na tabela a seguir:

Outro índice bastante útil para triagem e acompanhamento das crianças e adolescentes é o Índice de Obesidade (IO).

O IO é considerado seguro porque o peso e altura da criança são corrigidos pelo percentil 50 (valores considerados normais para cada faixa etária e sexo). O índice de obesidade é expresso pela seguinte fórmula:

IO = Peso atual / peso no percentil 50 x 100 Altura atual / Altura no percentil 50

Este índice indica quanto peso o paciente excede seu peso esperado, corrigido pela estatura. De acordo com este índice, a obesidade é:

leve: IO 120-130%
moderada: IO 130-150%
grave: IO acima de 150%

A obesidade, já na infância, está relacionada a várias complicações. E quanto mais tempo os jovens se mantêm obesos, maiores são as chances de ocorrerem problemas de saúde futuros.

Colesterol elevado, pressão alta, diabetes mellitus e o hábito de não praticar exercícios físicos são fatores de risco para as doenças do coração.

O excesso de peso pode levar ao aumento do colesterol, triglicerídeos e redução da fração HDL colesterol ("colesterol bom").

A perda de peso melhora os níveis de colesterol e triglicerídeos, diminuindo o risco de doenças do coração. A aterosclerose é a doença causada pelo depósito de colesterol nas artérias e pode ter início na infância e levar ao desenvolvimento de doença avançada na vida adulta.

  

Como referenciar: "Obesidade infantil" em Só Nutrição. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2018. Consultado em 21/09/2018 às 14:45. Disponível na Internet em http://www.sonutricao.com.br/conteudo/artigos/obesidadeinfantil/